Localização Atual

Na comparação com novembro de 2023, houve queda de 0,2% no valor e de 8% no volume enviado ao exterior Foto: Freepik
Estadão Conteúdoi Estadão Conteúdo https://dinheirorural.com.br/autor/estadao-conteudo/
31/01/2024 – 17:54
São Paulo, 31 – O agronegócio do Rio Grande do Sul exportou em dezembro 1,49 milhão de toneladas, 30% menos que em dezembro do ano anterior. Em receita, as vendas renderam US$ 1,19 bilhão, recuo de 21%, informou a Federação de Agricultura do Estado (Farsul) em nota.
Na comparação com novembro de 2023, houve queda de 0,2% no valor e de 8% no volume enviado ao exterior. “Em contrapartida, o acumulado em 2023, em comparação com o ano anterior, encerrou com alta de 0,1% no valor (US$ 15,815 bilhões) e de 2% no volume (22,3 milhões de toneladas)”, disse.
+Inadimplência das famílias é a menor em quase dois anos
Ainda assim, a entidade diz que em dezembro o setor foi responsável por 76% das exportações gaúchas em valor e 88% em volume.
Segundo a Farsul, os principais destinos dos produtos agropecuários do Estado no último mês do ano foram Ásia (sem o Oriente Médio), com US$ 579 milhões e 809 mil toneladas, e a Europa, com US$ 216 milhões, sendo US$ 178 milhões para a União Europeia.
Depois, aparecem Oriente Médio, com US$ 163 milhões, América do Sul, com US$ 73 milhões, América do Norte, com US$ 58 milhões, África, com US$ 36 milhões, América Central e Caribe, com US$ 20 milhões e Oceania com US$ 1,7 milhões.
Quanto aos países, a China aparece em primeiro lugar, com US$ 323 milhões e participação de 28% no valor. Depois, vêm Irã, com 5,7%, Vietnã, com 5%, Coreia do Sul, com 4,7%, e Emirados Árabes Unidos, com 4,1%.
As importações de fertilizantes e seus ingredientes passou de US$ 90 milhões em dezembro de 2022 para US$ 62 milhões em dezembro de 2023, queda de 31%. Em volume, passou de 181 mil toneladas para 178 mil toneladas, queda de 2%.
Copyright © 2024 – ISTOÉ PUBLICAÇÕES LTDA
Todos os direitos reservados.
A ISTOÉ PUBLICAÇÕES LTDA é um portal digital independente e sem vinculação editorial e societária com a EDITORA TRES COMÉRCIO DE PUBLICACÕES LTDA (recuperação judicial). Informamos também que não realizamos cobranças e que também não oferecemos cancelamento do contrato de assinatura da revista impressa de nome ISTOÉ, tampouco autorizamos terceiros a fazê-lo, nos responsabilizamos apenas pelo conteúdo digital “https://istoe.com.br” e seus respectivos sites.

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Recebemos sua mensagem com sucesso e nossa equipe entrará em contato em breve.