Localização Atual

Por


Atualizado em
As exportações brasileiras de produtos do agronegócio atingiram um marco histórico, alcançando o valor de US$ 11,72 bilhões no mês de janeiro. Esse número representa um aumento significativo de 14,8% em comparação com o mesmo período do ano anterior, equivalente a um incremento de US$ 1,51 bilhão em relação aos US$ 10,21 bilhões exportados em janeiro de 2023.

De acordo com a Secretaria de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura e Pecuária (SCRI/Mapa), esse recorde é atribuído principalmente ao aumento do volume exportado, especialmente no segmento de grãos (+19,7%) e açúcar (+58,1%). Por outro lado, observou-se um declínio de 5,8% no índice de preço dos produtos exportados durante o mesmo período.
O destaque das exportações foi a soja, com vendas externas que superaram os registros anteriores, totalizando US$ 2,50 bilhões. Esse número foi impulsionado pelo considerável aumento no volume exportado de soja em grãos, que atingiu 2,85 milhões de toneladas em janeiro de 2024, representando um aumento de 240,0% em comparação com as 839,59 mil toneladas exportadas no mesmo período de 2023. A China se destacou como o principal importador, adquirindo US$ 1,00 bilhão (ou 69% do valor total exportado).
Açúcar: O complexo sucroalcooleiro também registrou um desempenho notável, com um aumento nas exportações de açúcar de US$ 1,84 bilhão (+69,9%), consolidando-se como o segundo setor exportador mais importante do agronegócio brasileiro em janeiro de 2024.
O volume exportado de açúcar atingiu um recorde para o mês de janeiro, totalizando 3,2 milhões de toneladas. Esse volume, combinado com preços igualmente recordes, resultou em um valor recorde de vendas externas de US$ 1,69 bilhão (+88,6%). A Índia, segunda maior produtora de cana-de-açúcar, foi o principal importador do açúcar brasileiro em janeiro de 2024, adquirindo US$ 157,24 milhões.
Acumulado de 12 Meses: No período entre fevereiro de 2023 e janeiro de 2024, as exportações do agronegócio brasileiro totalizaram US$ 168 bilhões, representando um crescimento de 4,8% em comparação com os doze meses anteriores (US$ 160,29 bilhões). Os produtos que mais contribuíram para esse desempenho favorável foram a soja em grãos e as carnes.

© 2024 – Todos os direitos reservados

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Recebemos sua mensagem com sucesso e nossa equipe entrará em contato em breve.