Localização Atual

Em meio às vastas terras do Mato Grosso, o setor do agronegócio enfrenta um momento de reajustes e expectativas. Conversamos com Tião Piovesan, um pecuarista da região, que compartilhou sua visão sobre o atual cenário da pecuária e a integração com a lavoura, destacando os desafios e as perspectivas futuras para o setor.
Nos últimos dois anos, o mercado da pecuária testemunhou uma desvalorização significativa, com o preço da arroba do boi caindo de R$ 320,00 para R$ 215,00. Esse declínio afetou diretamente os investimentos dos proprietários, que se viram obrigados a retraírem gastos com reformas e manutenção de pastagens. “O mercado e esse preço de desvalorização custam muito caro para o produtor,” ressalta Piovesan,reportagem a Rádio Tucunaré e site Acesse Notícias evidenciando o impacto negativo na rentabilidade do setor.
Apesar das adversidades, Piovesan mantém um olhar otimista para o futuro, acreditando numa valorização da arroba do boi já no segundo semestre de 2024, com expectativas ainda mais promissoras para 2025. Contudo, a preocupação com a escassez de chuvas permanece, especialmente considerando a importância da água para sustentar os aquíferos durante períodos de seca, essenciais para a preservação das pastagens.
A variação no preço dos insumos também é um fator crítico apontado por Piovesan. A relação entre o custo da arroba e o preço dos fertilizantes, por exemplo, alterou significativamente, aumentando a quantidade de arrobas necessárias para adquirir a mesma quantidade de adubo. Isso representa uma pressão adicional sobre os custos de produção, forçando os produtores a recalibrarem seus investimentos.
A agricultura, paralelamente à pecuária, também sentiu os efeitos do clima, com atrasos no plantio devido à chegada tardia das chuvas. Esse atraso, segundo Piovesan, comprometeu a segunda safra, reduzindo significativamente a área plantada de milho subsequente à soja. Tais condições não só afetam a produção corrente mas também têm implicações de longo prazo para a sustentabilidade e rentabilidade das operações agrícolas na região.
Diante deste panorama, o produtor rural em Mato Grosso se vê diante de um desafio duplo: gerenciar os impactos imediatos da volatilidade dos preços e das condições climáticas adversas, enquanto se prepara para aproveitar as oportunidades futuras que o mercado possa oferecer. A história de Piovesan reflete a realidade de muitos no setor, evidenciando a resiliência e o otimismo que definem o espírito do agronegócio brasileiro.
Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos
Usamos cookies em nosso site para fornecer uma experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com a utilização de TODOS os cookies. Leia nossa Política de Privacidade na íntegra.

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Recebemos sua mensagem com sucesso e nossa equipe entrará em contato em breve.