Localização Atual

Rede nacional de energia bateu recordes no máximo exigido em um mesmo momento e na carga média diária — consumo mais as perdas elétricas — na última sexta-feira (15). País enfrenta 3ª onda de calor de 2024, que deve se estender até esta quarta (20). Brasil registra novo recorde de consumo de energia por causa do calor
O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) informou que o Brasil registrou um novo recorde histórico de demanda de energia na última sexta-feira (15).
Em um comunicado divulgado à imprensa neste domingo, o ONS afirmou que a demanda por eletricidade foi impulsionada pelas altas temperaturas registradas em todo país, durante mais uma onda de calor.
Segundo o ONS, dois recordes foram registrados no último dia 15:
A carga média diária — consumo mais as perdas elétricas no Sistema Interligado Nacional (SIN) — do país bateu 91.338 MWmed. Antes, a alta de consumo havia sido registrada em 17 de novembro de 2023, com 90.596 MWmed
Também houve recorde no máximo exigido da rede elétrica em um mesmo momento — a chamada demanda instantânea. O patamar histórico do SIN foi alcançado às 14h37. Foram 102.478 MW (megawatts). O recorde anterior havia sido reportado em 7 de fevereiro, quando a demanda instantânea havia batido 101.860 MW
O Brasil enfrenta, desde a última semana, a terceira onda de calor do ano. Desta vez, o fenômeno atingiu as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.
As ondas de calor são identificadas quando uma determinada região registra temperaturas muito acima da média por uma sequência de dias.
Segundo modelos meteorológicos, o fenômeno deve se estender até a próxima quarta-feira (20), quando se inicia o outono.
O calor atípico levou o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) a emitir um alerta de “grande perigo” para cinco estados — Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Rio Grande do Sul — , válido até este sábado (16).
O alerta vermelho do instituto é emitido quando um fenômeno meteorológico é de intensidade excepcional. Segundo o instituto, os cinco estados devem registrar temperaturas máximas 5°C acima da média.
Temperaturas altas
No último fim de semana do verão, as máximas continuaram acima da média em grande parte das capitais do Brasil.
Em São Paulo, por exemplo, os termômetros chegaram a registrar 34°C neste sábado (16), segundo a Climatempo. E a capital paulista ainda pode bater o recorde de maior temperatura para março, com previsão de máxima de 35°C para este domingo (17).
Onda de calor atinge boa parte do Brasil neste sábado
Já no Rio de Janeiro, a máxima foi de 38°C, mas a sensação térmica passou dos 60°C em alguns bairros da cidade, de acordo com o Sistema Alerta Rio da Prefeitura. Esse é o maior valor desde o início dos registros do sistema em 2014. As praias da capital fluminense ficaram lotadas, com muita gente buscando fugir do calorão.
No Centro-Oeste, o calorão também não deu trégua neste sábado. Campo Grande (MS) teve máxima de 36ºC e Cuiabá (MT), 37º, ainda segundo a Climatempo.
source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Recebemos sua mensagem com sucesso e nossa equipe entrará em contato em breve.