Localização Atual

Copyright © 2024 Revista Oeste. Todos os direitos reservados. CNPJ 19.608.677/0001-35
Como assinante você pode liberar
até 2 conteúdos
da revista por edição.
Utilize os botões abaixo para compartilhar:
ou copie e cole a url:
Na segunda-feira 29, a Frente Parlamentar Agropecuária (FPA) a Bancada do Agro anunciou a elaboração de uma carta que será entregue ao governo federal, com sugestões do setor do agronegócio para o Plano Safra 2024/2025.
A iniciativa tem o apoio de outras entidades representativas, como a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), Sociedade Rural Brasileira (SRB), Federação das Associações Rurais do Estado de São Paulo (Faesp) e Associação Brasileira do Agronegócio (Abag).
Leia também: “Gigante de máquinas agrícolas firma acordo com SpaceX para conectar agronegócio no Brasil”
“Nessa carta, pedimos que o governo destine pelo menos R$ 20 bilhões como montante referência para a equalização de juros nas diferentes linhas do Plano Safra, bem como R$ 2,5 bilhões para o Seguro Rural”, detalhou o vice-presidente da FPA, o deputado Federal Arnaldo Jardim. “Essa é a reivindicação que estará em nossa manifestação”
O presidente da Agrishow, João Marchesan, acredita que é preciso adequar o Plano Safra às necessidades atuais do agronegócio para continuar avançando. Segundo Marchesan, o agronegócio brasileiro deve incorporar 20 milhões de hectares de áreas degradadas nos próximos dez anos, o que exige um plano mais “robusto”, com juros controlados e compatíveis com os investimentos.
O anúncio aconteceu durante o “FPA Itinerante”. O evento ocorreu no auditório do Centro de Cana de Ribeirão Preto (SP) e abordou temas como Seguro Rural e o Plano Safra,. Atualmente, a bancada do FPA é formada por 304 deputados Federais e 47 senadores.
De acordo com os dados da Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), o Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio no Estado de São Paulo cresceu 11,4% no primeiro bimestre de 2024 em relação ao mesmo período do ano anterior. Os setores da indústria e de serviço também registraram alta no período: 3,7% e 2,6%, respectivamente.
Leia mais em: “PIB do Agro de SP avança 11,4% no início de 2024”
O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), atribui os resultados “excepcionais” e a “força” do agro paulista à desburocratização, ao incentivo ao empreendedorismo e à facilitação tributária.
“O governo do Estado está no caminho certo ao apoiar e facilitar a vida de quem empreende e transforma a realidade no campo”, afirmou Tarcísio. “A indústria e os serviços paulistas também crescem, porque temos políticas estaduais de facilitação tributária, desburocratização e apoio à geração de emprego, renda e oportunidades.”
Com o desempenho positivo dos setores, o PIB paulista registrou alta de 3,5% no período. Na comparação mensal — fevereiro de 2024 com o mesmo mês no ano passado —, o crescimento foi ainda maior: 3,8%, já descontados os efeitos sazonais. No acumulado dos últimos 12 meses, o avanço foi de 1%.
+ Leia mais sobre o Agronegócio na Revista Oeste
Como assinante você pode liberar
até 2 conteúdos
da revista por edição.
Utilize os botões abaixo para compartilhar:
ou copie e cole a url:
Escreva um comentário
O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *







Você precisa de uma assinatura válida para enviar um comentário, faça um upgrade aqui.
Entre ou assine para enviar um comentário *
Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor
equipe de jornalistas do Brasil.
A Revista Oeste utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar sua experiência. Ao continuar navegando, você aceita as condições de nossa Política de privacidade
Seja o primeiro a saber sobre notícias, acontecimentos e eventos semanais no seu e-mail.

A primeira plataforma de conteúdo cem por cento comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado. Jornalismo de excelência, focado no que é relevante, com clareza e objetividade.
Copyright © 2024 Revista Oeste. Todos os direitos reservados. CNPJ 19.608.677/0001-35

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Recebemos sua mensagem com sucesso e nossa equipe entrará em contato em breve.