Localização Atual

Serão 134 voos semanais para o estado, incluindo 35 para a Base Aérea. Aeroporto Internacional de Porto Alegre foi inundado e pode levar meses para voltar a operar. O ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, anunciou nesta segunda-feira (20) que as companhias aéreas poderão começar a vender, nesta terça (21), passagens para voos com destino à Base Aérea de Canoas, no Rio Grande do Sul.
Segundo o ministro, os voos começam na quarta-feira (22). Serão 35 voos por semana, com uma expectativa de 6 mil passageiros.
A base aérea servirá como alternativa ao Aeroporto Internacional Salgado Filho, interditado em razão das fortes chuvas no Rio Grande do Sul.
Aeroporto Salgado Filho deve reabrir só em setembro
Ainda segundo o Ministério de Portos e Aeroportos, ao todo, serão 134 voos semanais para o Rio Grande do Sul nesta etapa do plano emergencial.
Além da Base Aérea de Canoas, os aviões vão decolar e pousar em oito aeroportos de pequeno e médio porte espalhados pelo estado. Veja a lista:
Aeroporto de Caxias do Sul: 39 voos semanais
Aeroporto de Santo Ângelo: 6 voos semanais
Aeroporto de Passo Fundo: 21 voos semanais
Aeroporto de Pelotas: 6 voos semanais
Aeroporto de Santa Maria: 3 voos semanais
Aeroporto de Uruguaiana: 3 voos semanais
Aeroporto de Florianópolis: 14 voos semanais
Aeroporto de Jaguaruna: 7 voos semanais
Base Aérea de Canoas: 35 voos semanais
Ainda de acordo com o governo, a concessionária Fraport – que administra o Aeroporto de Porto Alegre – foi consultada sobre “o interesse e a disponibilidade” de operar a Base Aérea de Canoas em caráter emergencial, já que tem a expertise para lidar com voos comerciais.
A empresa, diz o ministério, informou estar “disponível”. O governo não confirmou, no entanto, se essa transferência de comando será efetivada.
source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Recebemos sua mensagem com sucesso e nossa equipe entrará em contato em breve.