Localização Atual

“Quando o então novo governo eleito propôs a PEC da transição, propondo o aumento dos gastos públicos da ordem de aproximadamente R$ 200 bilhões, em torno de dois pontos percentuais do PIB. Havia uma necessidade reconhecida por todo mundo que mantivesse os programas sociais, já que a gente saia de uma pandemia, mas as contas feitas pelos especialistas apontavam que seriam necessários para fazer isso valores muito menores, por volta de R$ 60 bilhões, R$ 70 bilhões. Num ato de irresponsabilidade política de todo sistema político, fizemos uma situação de gastos muito forte”, explicou Marcelo Fonseca.

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Recebemos sua mensagem com sucesso e nossa equipe entrará em contato em breve.