Localização Atual

Segundo o presidente da República, "faz tempo" que os sem-terra não invadem terras no Brasil
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que o setor do agronegócio brasileiro não deveria temer entidades como o Movimentos dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), mas sim os bancos. A declaração foi dada nesta segunda-feira (1º), em entrevista à rádio Princesa, em Feira de Santana (BA).
+ Lula nega desvincular reajuste de benefícios do salário mínimo
"Faz tempo que os sem-terras não invadem terras neste país. Eles fizeram uma opção de se transformar em pequenos produtores altamente produtivos, é o maior produtor de arroz orgânico da América Latina, [para] colocar alimento saudável na mesa do trabalhador", concluiu.
+ Lula compara Brasil à Faixa de Gaza ao falar sobre como encontrou país após governo Bolsonaro
Lula disse ainda que 50% da reforma agrária feita em toda história do Brasil foi realizada durante os governos petistas (Lula e Dilma Rousseff). Ainda declarou que, se o agronegócio está "bombando" hoje, é porque recebeu muito incentivo do governo. Lembrou que, na quarta (3), o governo vai lançar Plano Safra 2024/2025 — com incentivo e linhas de crédito destinados ao setor agropecuário — e outro programa destinado a pequenos e médios produtores rurais.
+ Lula quer aproximação com cantores sertanejos; Kajuru tenta marcar encontro
O presidente também valorizou a importância do setor para a economia brasileira e para colocar comida na mesa dos brasileiros. "Temos que levar em conta que o agro é responsável por grande parte da riqueza do país", afirmou.
× Fechar

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Recebemos sua mensagem com sucesso e nossa equipe entrará em contato em breve.