Localização Atual

Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.
Rua Cenno Sbrighi, 378 – Caixa Postal 66.028 CEP 05036-900
São Paulo/SP – Tel: (11) 2182.3000
Conjunto de medidas é anunciado em meio a tentativa de reconciliação entre o Executivo e o agronegócio
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lança nesta quarta-feira (3) o Plano Safra 2024/2025.
O valor do pacote será recorde, de R$ 475,5 bilhões, conforme já anunciado por Carlos Fávaro, ministro da Agricultura e Pecuária.
Assim como da última vez, a iniciativa será dividida em duas. A primeira, mais tradicional e robusta, voltada para financiar a agricultura empresarial, enquanto a segunda trata dos produtores familiares.
Com isso, dois eventos serão realizados no Palácio do Planalto, em Brasília, para lançar os pacotes. Às 11h, Lula divulga o voltado para a agricultura familiar, enquanto, às 15h, o empresarial. O lançamento ocorre em meio a uma tentativa de reconciliação entre o Executivo e o agronegócio, grupo marcado pelo apoio ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).
Leia também: Lula deve se reunir com Haddad nesta quarta (3) para discutir a nova alta do dólar
Com o objetivo de promover a produção sustentável de alimentos saudáveis no Brasil, o Plano Safra 24/25 busca ser mais agroecológico, com a apresentação de juros menores e recorde de recursos.
O valor para o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) será de R$ 76 bilhões, 43,3% maior do que anunciado na safra 2022/2023 e 6,2% maior do que o da safra passada. Ao todo, serão R$ 85,7 bilhões em ações do Governo Federal.
Foram 1,7 milhão de contratos celebrados no último Plano Safra. Em relação à anterior, houve um aumento de 18% no número de operações e 12% em relação ao volume contratado. Agora, com o volume superior de recursos equalizados (R$ 45,4 bilhões), tem como finalidade ampliar o número de agricultores familiares beneficiados e incentivar a produção sustentável de alimentos saudáveis.
A taxa de juros para a produção orgânica, agroecológica e de produtos da sociobiodiversidade será de 2% no custeio e 3% no investimento. Outro destaque será o lançamento do edital do programa Ecoforte, em seu maior valor histórico, para apoiar projetos de redes de agroecologia, extrativismo e produção orgânica.
Para reforçar as ações, o Governo Federal ainda lança a iniciativa Campo à Mesa, um edital de R$ 35 milhões voltado a fomentar iniciativas que promovam a transição agroecológica.
Leia também: Greve em São Paulo é suspensa e ônibus circulam normalmente

“Não conseguem aceitar uma pessoa assim até hoje”, diz primeira mulher negra a ser professora do ITA

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Recebemos sua mensagem com sucesso e nossa equipe entrará em contato em breve.