Localização Atual

Publicados
Por
A presidente do Banco do Brasil, Tarciana Medeiros, disse que apesar dos problemas, a produção agropecuária deve alcançar um novo recorde na safra 2024/25. “Não há que se falar em crise no agro”, afirmou categoricamente.
Segundo Medeiros, a queda dos custos de produção, que reduz a necessidade de empréstimos por parte dos produtores, não deverá impactar a demanda por crédito. Ela destacou que o Banco do Brasil está preparado para liberar R$ 260 bilhões no ciclo 2024/25, um recorde histórico para a instituição.
O banco pretende recuperar parte da participação perdida na oferta de recursos com subvenção direta da União. Para a safra 2024/25, o BB prevê distribuir mais de 40% dos R$ 138,2 bilhões em recursos equalizados. No início da safra anterior, a participação do banco era de 25%, mas alcançou 37% ao fim do ciclo após remanejamentos.
A presidente descartou a necessidade de uma ampla repactuação de dívidas rurais no Rio Grande do Sul. Em vez disso, o banco avaliará cada caso individualmente. Até 14 de agosto, o BB suspendeu a cobrança de R$ 4,5 bilhões em parcelas de empréstimos para produtores afetados.
Medeiros reconheceu que eventos climáticos extremos, como enchentes no Rio Grande do Sul, seca na Amazônia e queimadas no Pantanal, causam preocupação. No entanto, ela destacou que o banco conta com a maior seguradora especializada em agro da América Latina e diversas parcerias para garantir a oferta de seguro agrícola.
A inadimplência no crédito rural, que era de 0,47% em junho de 2022, subiu para 1,19% no primeiro trimestre de 2024. Medeiros considerou esse aumento como uma “acomodação” aos níveis pré-pandemia e afirmou que o risco no agro permanece dentro da normalidade.
O Banco do Brasil já sente os efeitos positivos do novo marco de garantias, sancionado pelo governo no ano passado, principalmente na concessão de crédito para a compra de veículos. Além disso, a instituição espera registrar R$ 1 bilhão em dívidas renegociadas até 12 de julho no âmbito do programa Desenrola Pequenos Negócios, voltado aos microempreendedores individuais (MEIs), microempresas e empresas de pequeno porte.
Fonte: Pensar Agro

Publicados
em
Por
O deputado federal Daniel Agrobom, apresentou a Emenda 392 ao PLP 68/24, demonstrando apoio à Federação dos Engenheiros Agrônomos do Estado de Mato Grosso (Feagro) que  divulgou uma nota de repúdio contra a nova versão do texto elaborado pelo Grupo de Trabalho de regulamentação da reforma tributária (PLP 68/24).
Feagro argumenta que medida demonstra um “flagrante despreparo e desconhecimento do setor produtivo por parte dos elaboradores do texto”. Leia aqui
A Feagro, por meio de seu presidente, Isan Rezende, criticou duramente as alterações propostas na regulamentação da reforma tributária, destacando que elas poderiam ter um impacto negativo significativo sobre o setor produtivo agropecuário. Segundo a entidade, as novas regras tributárias poderiam aumentar os custos de produção, reduzir a competitividade e ameaçar a sustentabilidade dos produtores rurais.
Em resposta às preocupações levantadas pela Feagro, Daniel Agrobom apresentou a emenda que visa corrigir os pontos mais críticos da proposta de reforma tributária, assegurando que as mudanças não prejudiquem o crescimento e o desenvolvimento do setor agropecuário.
Fonte: Pensar Agro
O Geraldo Restaurante é um local tradicional em Laguna, com mais de 65 anos de história. Especializado em culinária típica…
Maisa Silva, de 22 anos falou sobre sua longa trajetória artística. A apresentadora e atriz compartilhou no Instagram sua retrospectiva,…
A Medida Provisória (MP) 1239/24 reduz de dois anos para três meses o intervalo depois do qual se pode recontratar…
A Polícia Civil, por meio da Divisão Especializada em Meio Ambiente e Proteção Animal (Demapa), e com apoio da Polícia…
Na noite desta terça-feira (9), a Polícia Militar apresentou na Seccional Urbana de Ananindeua, na Grande Belém, um homem investigado…
O mês de julho chegou e para redobrar os cuidados no trânsito, o Departamento de Trânsito do Pará (Detran) realiza,…
O Projeto de Lei 1641/19 inclui o reúso da água entre os fundamentos da Política Nacional de Recursos Hídricos. A…
O senador André Amaral (União-PB), em pronunciamento no Plenário na terça-feira (9), manifestou pesar pelo falecimento de Severino Xavier de Souza,…
O senador Astronauta Marcos Pontes (PL-SP) destacou, em pronunciamento na terça-feira (9), a Revolução Constitucionalista de 1932, celebrada no dia 9…
Josep Lago/AFP Manifestantes marcham durante um protesto contra o turismo de massa no beco Las Ramblas, em Barcelona, no dia…
Após os boatos de um suposto término entre Maíra Cardi e Thiago Nigro, de 40 e 33 anos, respectivamente, tomarem conta das redes sociais, a…
A assessoria de comunicação de Adriana Bombom, de 50 anos, revelou, nesta terça-feira (9), a causa da morte de sua irmã…
Marajó tem 2 cidades entre as 10 maiores produtoras de açaí no Brasil
Marajó tem 7 cidades com a pior avaliação junto Tesouro Nacional; veja o ranking
Promotor no Marajó diz que STF não autorizou o uso da maconha e alerta Polícia Militar
Oeiras anuncia 4 atrações para Festival do Camarão com garotas do batidão
Joapa começa no Marajó com delegações faltando e sem tabela de jogos
Polícia Militar desarticula boca de fumo no Marajó e apreende 1 quilo de oxi
Carro bate poste e derruba energia elétrica em quatro cidades do Marajó
Mais de 3 mil famílias marajoaras podem perder desconto de até 65% na conta de energia elétrica

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Recebemos sua mensagem com sucesso e nossa equipe entrará em contato em breve.