Localização Atual

Acesse seus artigos salvos em
Minha Folha, sua área personalizada
Acesse os artigos do assunto seguido na
Minha Folha, sua área personalizada

benefício do assinante
Você tem 7 acessos por dia para dar de presente. Qualquer pessoa que não é assinante poderá ler.
benefício do assinante
Assinantes podem liberar 7 acessos por dia para conteúdos da Folha.
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
Gostaria de receber as principais notícias
do Brasil e do mundo?
A coluna é assinada pelo jornalista Mauro Zafalon, formado em jornalismo e ciências sociais, com MBA em derivativos na USP.
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
benefício do assinante
Você tem 7 acessos por dia para dar de presente. Qualquer pessoa que não é assinante poderá ler.
benefício do assinante
Assinantes podem liberar 7 acessos por dia para conteúdos da Folha.
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
Mesmo com a queda média dos preços dos produtos agropecuários no mercado internacional, as receitas do setor com as exportações se mantêm neste ano.
A exportação dos principais produtos relacionados ao agronegócio esteve em US$ 15 bilhões em junho, acumulando US$ 70 bilhões no semestre. Ásia e União Europeia perdem espaço, enquanto América do Norte, Oriente Médio e África aumentam as importações do Brasil no semestre.
Açúcar, café e algodão embalam as exportações do ano devido ao aumento de preços ou de volume colocado no mercado externo. As receitas com algodão já chegam a US$ 2,7 bilhões, 211% a mais do que de janeiro a junho de 2023.
As exportações de café atingiram 24,3 milhões de sacas neste ano, com receitas de US$ 5,3 bilhões. Tanto volume como receitas financeiras tiveram evolução de 50% no ano. Durante toda a safra de 2023/24 (julho a junho), as exportações somaram o recorde de 47,3 milhões de sacas, segundo o Cecafé (Conselho dos Exportadores de Café do Brasil).
Receba no seu email o que de mais importante acontece na economia; aberta para não assinantes.
Carregando…
Os líderes da balança comercial do agronegócio, no entanto, continuam sendo negociados com valores menores. A soja, mesmo com o aumento das exportações para 64 milhões de toneladas no ano, rende US$ 27,9 bilhões, 16% a menos do que em igual período do ano passado. Acompanhamento da Secex (Secretaria de Comércio Exterior) indica uma retração de 18% nos preços da oleaginosa no mercado externo.
Já o açúcar, que soma receitas de US$ 8,8 bilhões no ano, tem elevação média de 9% nos preços médios de janeiro junho, em relação a igual período do ano passado.
As carnes, ao contrário, caem 9%, mas as exportações somam US$ 11 bilhões, praticamente o mesmo valor do ano passado devido ao aumento do volume vendido, principalmente no caso da carne bovina.
O milho, após o recorde de vendas em 2023, quando o país assumiu a liderança mundial, terá participação menor no mercado internacional. As exportações brasileiras deste primeiro semestre são 44% inferiores às de 2023.

Os agentes do mercado de arroz, cereal que esteve em evidência nas últimas semanas com a promessa do governo de efetuar compras externas, se encarregam de elevar as importações. Os gastos do ano somam US$ 356 milhões, 47% a mais do que de janeiro a junho do ano passado, segundo a Secex.
O país gasta mais também com a compra externa de trigo, que já atinge 3,4 milhões de toneladas, 62% a mais do que no primeiro semestre do ano passado. Em 2023, o Brasil tinha estoques maiores do cereal, após a safra recorde de 2022. Neste ano, deverá voltar a importar próximo de 6 milhões de toneladas devido à frustração da safra de 2023 e problemas na atual.
O agronegócio aumenta a importação de insumos, mas paga menos pelos produtos. O volume de fertilizante que entrou no país subiu 6% no primeiro semestre deste ano, mas os gastos caíram para US$ 5,4 bilhões, 24% a menos.
As compras de agrotóxicos, conforme os produtos classificados pelo Ministério da Agricultura, tiveram alta 74% no ano, ao atingir 252 mil toneladas. Os gastos ficaram estáveis em US$ 1,7 bilhão.
LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar sete acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.
benefício do assinante
Você tem 7 acessos por dia para dar de presente. Qualquer pessoa que não é assinante poderá ler.
benefício do assinante
Assinantes podem liberar 7 acessos por dia para conteúdos da Folha.
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
Leia tudo sobre o tema e siga:
Você já conhece as vantagens de ser assinante da Folha? Além de ter acesso a reportagens e colunas, você conta com newsletters exclusivas (conheça aqui). Também pode baixar nosso aplicativo gratuito na Apple Store ou na Google Play para receber alertas das principais notícias do dia. A sua assinatura nos ajuda a fazer um jornalismo independente e de qualidade. Obrigado!
Mais de 180 reportagens e análises publicadas a cada dia. Um time com mais de 200 colunistas e blogueiros. Um jornalismo profissional que fiscaliza o poder público, veicula notícias proveitosas e inspiradoras, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?
Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Carregando…
Carregando…
Na página Colunas e Blogs da Folha você encontra opinião e crônicas de colunistas como Mônica BergamoElio Gaspari, Djamila RibeiroTati BernardiDora KramerRuy Castro, Muniz Sodré, Txai SuruíJosé Simão, Thiago AmparoAntonio PrataJuca Kfouri, e muito mais.
Inverno pode facilitar a transmissão do Vírus Sincicial Respiratório
Temporada de gripe acende o alerta para grupos mais vulneráveis
CNA Jovem desenvolve lideranças para o agro
Mudanças climáticas aceleram a transição energética
Reformas devem ampliar crédito para o desenvolvimento
União entre arte, cultura e educação acelera a transformação social
Principal aeroporto do país investe em obras de modernização e de acesso
Como o helicóptero mudou (para melhor) a vida de 4 personalidades
Descontos e cashback reforçam benefícios de seguros
Podcast discute o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes; escute
Viajar é bom. Viajar bem muda nossa vida
Sempre inovando, Shopping Eldorado é referência em lazer e gastronomia
Líder em educação a distância, Vitru passa a negociar ações na B3
Especialista explica vantagens da Previdência Privada
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
Bancada do agro, uma das mais poderosas do Congresso, fez pressão pela desoneração
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
Priscila Camazano recebe o editor do Painel, Fábio Zanini, nesta quarta (10)
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
OUTRO LADO: Âmbar chama de "descabidas" e de "especulações" a relação entre MP e negócio no Amazonas fechado pela companhia
Copyright Folha de S.Paulo. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.

O jornal Folha de S.Paulo é publicado pela Empresa Folha da Manhã S.A. CNPJ: 60.579.703/0001-48
Copyright Folha de S.Paulo. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.
Cadastro realizado com sucesso!
Por favor, tente mais tarde!

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Recebemos sua mensagem com sucesso e nossa equipe entrará em contato em breve.