Localização Atual

Alta foi de 21,7% ante o mesmo período em 2023; o saldo da balança comercial veio do aumento de 18,6% nas exportações
O agronegócio do Estado de São Paulo alcançou um superavit de US$ 7,51 bilhões nos primeiros 4 meses de 2024.
Em comparação com o mesmo período de 2023, a alta foi de 21,7%. Os dados são do Instituto de Economia Agrícola, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado.
O saldo da balança comercial do agronegócio paulista veio do aumento de 18,6% nas exportações, que totalizaram US$ 9,37 bilhões, e das importações, que alcançaram US$ 1,86 bilhão (avanço de 7,5% em relação ao ano anterior).
Para o secretário de Agricultura e Abastecimento de SP, Guilherme Piai, o resultado favorável do setor deve-se a uma série de fatores, mas principalmente à resiliência do homem e da mulher do campo.
“Vemos que mesmo em cenários adversos, com quebra de safra, com preço de commodities menos atrativo, o produtor rural do Estado de São Paulo não deixa de exercer com competência seu trabalho que garante comida na mesa de diversas partes do Brasil e do mundo e, paralelamente, mantém seu posto como mola propulsora da economia paulista”, disse.
De acordo com o balanço, as exportações do agronegócio representaram 42,8% do total dos demais setores do Estado de São Paulo nos primeiros 4 meses de 2024, enquanto as importações do setor corresponderam a 7,8% do total.
Os 5 principais grupos nas exportações, que representam 78% das vendas externas setoriais paulistas no período, foram:
Já o grupo do café, tradicional cultura do Estado de São Paulo, aparece em 6º lugar, com vendas de US$ 399,29 milhões (73,6% referentes ao café verde e 23,1% de café solúvel).
Houve ainda crescimento do grupo de fibras e produtos têxteis, cujas exportações aumentaram 1.365,6%.
O principal produto foi o algodão não cardado e nem penteado, representando 95% do grupo. Houve ainda aumento significativo no volume exportado, passando de 901 toneladas em 2023 para 139 mil toneladas em 2024, com embarques predominantemente para a China.
Leia abaixo as variações nos valores exportados dos principais grupos de produtos da cadeia paulista:
As exportações do Estado de SP no 1º quadrimestre representaram 17,9% do agronegócio brasileiro, um aumento de 2,3 pontos percentuais em comparação com o mesmo período do ano anterior.
Sucos (84,7%), produtos alimentícios diversos (72,2%), demais produtos de origem vegetal (64,0%) e complexo sucroalcooleiro (59,5%) tiveram participação em valores que ultrapassa 50% do total nacional.
Com informações da SP Notícias.
Falha na validação. Recarregue a página e tente novamente.
Falha na validação. Recarregue a página e tente novamente.
Falha na validação. Recarregue a página e tente novamente.
a) Para receber as informações solicitadas, você nos autoriza a usar o seu nome, endereço de e-mail e/ou telefone e assuntos de interesse (a depender da opção assinalada e do interesse indicado). Independentemente da sua escolha, note que o Poder360 poderá lhe contatar para assuntos regulares.
b) Caso não deseje oferecer o seu consentimento para as divulgações do Poder360, é possível seguir sem receber as informações assinaladas acima. Você poderá, a qualquer momento, se descadastrar de nossos contatos ou revogar o consentimento dado abaixo pelos nossos canais de atendimento.
c) O Poder360 garantirá o exercício de quaisquer direitos e prerrogativas de proteção de dados pessoais em conformidade com a Lei 13.709/2018.
Mais informações, leia nossa Política de Privacidade.
O Poder360 enviou um e-mail para você confirmar a inscrição. Clique no link enviado para o seu e-mail para concluir o cadastro.
Não chegou ainda? Dê uma olhada na caixa de spam se a mensagem não tiver aparecido em alguns minutos.

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Recebemos sua mensagem com sucesso e nossa equipe entrará em contato em breve.